SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Superman – A maldição do Homem de Aço.


“A única coisa que não quero é ser Super-Homem para sempre. Isso é um inferno na vida de qualquer ator. Meu próximo papel será sempre diferente.” – Palavras ao vento de Christopher Reeve.

A paixão pelo teatro o levou à Inglaterra, onde pesquisou o repertório das companhias inglesas com o objetivo de desenvolver uma tese sobre o assunto, tarefa adiada na sua volta aos Estados Unidos. Ao mesmo tempo que continuava a estudar Arte Dramática na Juilliard School, fez um papel no seriado de TV Love of Life. Finalmente, em 1978, ele conseguiu o papel principal de Superman – O Filme. Seu rosto quadrado, olhos azuis de expressão honesta e físico forte pareciam ser feitos sob medida para encarnar o super-herói.

Após o estrondoso sucesso veio continuações. Entre uma e outra, Reeve trabalhou em outros filmes, destacando-se em Em Algum Lugar no Passado (1980) – drama romântico que alcançou grande sucesso no Brasil -, Monsenhor e Armadilha Mortal, ambos em 1982, e Os Bostonianos (1984). mas nada disso adiantou: Christopher Reeve é reconhecido mundialmente com o Superman.

Após o sucesso, veio a tragédia: uma queda do cavalo o deixou tetraplégico e respirando através de aparelhos. Lutou bravamente, conquistou vitórias nos incentivos às pesquisas de células troncos, mas perdeu a batalha pela vida depois de uma infecção em virtude do seu estado de saúde no 10 de outubro de 2004 aos 51 anos.

Reeve teve três filhos, sendo o mais novo (Will) do casamento com Dana Reeve, também atriz, mas parou de atuar para dedicar-se exclusivamente ao marido. Dana faleceu em 2006. Num ato de gratidão o ator Robin Williams passou a cuidar de Will (13 anos) após a morte dos seus pais – Chistopher era seu amigo e o ajudou no início da carreira.

O ator americano George Reeves ficou famoso por interpretar o “Homem de Aço” na década de 50 num seriado de televisão. Atuou em “E o vento Levou…” (1939) no papel de um dos ricos sulistas. Após o trabalho no clássico, durante dez anos, Reeves fez contrato com diversos estúdios poderosos.

Porém, em 1943, foi convocado para o serviço militar durante a segunda guerra mundial, interrompendo abruptamente a sua vitoriosa carreira cinematográfica. Quando retornou da guerra, Reeves estava sem estúdio e sem perspectiva de bons papéis no cinema. A saída foi a televisão: As historinhas em quadrinho do “Homem de Aço” estavam no ápice. Veio a adaptação para a televisão e George Reeves foi o escolhido. Dinheiro e fama vieram juntos.

 Mesmo rico e conhecido em todo os Estados Unidos, George Reeves conseguiu pouquíssimos papéis no cinema, um deles foi no clássico drama de guerra “A Um Passo da Eternidade” (1953), e só. A série foi de 1951 a 1958. Dizem que a partir de então, Reeves entrou em depressão por não conseguir papéis de destaque e sempre associarem o ator ao superman. Ficou famoso e rico, mas fora isso os únicos trabalhos que conseguia era em comerciais de cereais e apresentações em luta-livre.

Reeves era extremamente mulherendo e gostava de fumar. Neste último caso o ator conseguiu controlar, mas quanto às conquistas, estas continuaram até o fim da sua curta vida. Caridoso, gostava de participar em eventos vestido de Superman em hospitais infantis e orfanatos. Porém, evitava contato com as crianças, pois gostavam de testar os seus “superpoderes” chutando as suas canelas e esmurrando a sua barriga.

Então, veio a desgraça maior: Em 16 de junho de 1959, George Reeves foi encontrado morto em sua casa em Los Angeles com um tiro na cabeça. A primeira versão é suicídio, mas há outra típica de um roteiro Hollywoodiano: Foi assassinado devido ao rumoroso caso com a esposa de um chefão de estúdio.

Há um filme interessante sobre este mistério de Hollywood nunca resolvido, “Hollywoodland – Bastidores da Fama” (2006), contendo extras sensacionais sobre a intrigante história e sobre a velha Hollywood.

About these ads

05/06/2011 - Posted by | Uncategorized |

2 Comentários »

  1. Matéria legal. Eu sou fã do superman desde criança. Tinha quase todos os gibis. Para mim Chris Reeve será sempre o melhor de todos no papel do homem de aço.

    Comentário por Lobo | 25/02/2012 | Resposta

    • Verdade Lobo,

      Este marcou definitivamente.

      Abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 25/02/2012 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 29 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: