SÁVIO SOARES

Cinema e música.

O faroeste “Rastros de Ódio” é grande em qualquer gênero.

Para quem torce o rosto para filmes de western, não se trata apenas de um grande faroeste, mas de um grande filme em qualquer gênero. Jay Cocks, ex-crítico da revista Time, considerou Rastros de Ódio (“The Searchers”) O filme mais admirável produzido na América.

347478gg

The Searchers foi o primeiro western filmado em Vistavision que era um formato próprio para projeção em tela panorâmica.

 A arte de John Ford está plenamente representada neste Western e a sua performance de diretor atinge o ápice. O escritor Antonio Carlos Gomes de Mattos, autor de “Publique-se a Lenda: A História do Western”(Editora Rocco), disse: Ford se apega ao seu herói, este “homem só”, irremediavelmente perdido e afastado da civilização, do calor do lar e a vida, enigmático e taciturno… John Wayne representa o papel imaginado por Ford com maestria.

Mais um encontro do genial diretor John Ford e do ícone do faroeste John Wayne, no papel do amargo Ethan Edwards, um ex-combatente da Guerra Civil Americana – para muitos o melhor papel de sua carreira.

 Ethan retorna ao rancho da família após três anos de terminada a Guerra Civil e após um massacre dos comanches que destrói toda a família, parte atrás de vingança e de resgatar quem desapareceu: duas sobrinhas raptadas por Chief Scar (Henry Brandon) o líder dos comanches.

rastros2

A direção é firme, o elenco é excelente. Personagens complexos, cenas emocionantes e as paisagens exuberantes do Monument Valley, jamais mostradas de forma tão grandiosa.

 MonumentValley3

Esse replay é dos bons.

Anúncios

06/09/2009 Posted by | Uncategorized | , , , | 9 Comentários