SÁVIO SOARES

Cinema e música.

O faroeste “Rastros de Ódio” é grande em qualquer gênero.


Para quem torce o rosto para filmes de western, não se trata apenas de um grande faroeste, mas de um grande filme em qualquer gênero. Jay Cocks, ex-crítico da revista Time, considerou Rastros de Ódio (“The Searchers”) O filme mais admirável produzido na América.

347478gg

The Searchers foi o primeiro western filmado em Vistavision que era um formato próprio para projeção em tela panorâmica.

 A arte de John Ford está plenamente representada neste Western e a sua performance de diretor atinge o ápice. O escritor Antonio Carlos Gomes de Mattos, autor de “Publique-se a Lenda: A História do Western”(Editora Rocco), disse: Ford se apega ao seu herói, este “homem só”, irremediavelmente perdido e afastado da civilização, do calor do lar e a vida, enigmático e taciturno… John Wayne representa o papel imaginado por Ford com maestria.

Mais um encontro do genial diretor John Ford e do ícone do faroeste John Wayne, no papel do amargo Ethan Edwards, um ex-combatente da Guerra Civil Americana – para muitos o melhor papel de sua carreira.

 Ethan retorna ao rancho da família após três anos de terminada a Guerra Civil e após um massacre dos comanches que destrói toda a família, parte atrás de vingança e de resgatar quem desapareceu: duas sobrinhas raptadas por Chief Scar (Henry Brandon) o líder dos comanches.

rastros2

A direção é firme, o elenco é excelente. Personagens complexos, cenas emocionantes e as paisagens exuberantes do Monument Valley, jamais mostradas de forma tão grandiosa.

 MonumentValley3

Esse replay é dos bons.

Anúncios

06/09/2009 - Posted by | Uncategorized | , , ,

9 Comentários »

  1. Muito bom o comentário sobre JW, um amigo aqui em Lanzaroti me falou que ele usava dentadura, é verdade?

    Comentário por Freitas Junior | 07/09/2009 | Responder

  2. Na verdade, o ator que usava dentadura era Clark Gable.
    O “Rhett Butler” de “E O Vento Levou”.
    P.S. E na época não tinha corega…

    Comentário por dsaviosoares | 07/09/2009 | Responder

  3. Excelente filme Sávio, como todos os que o John Ford fazia.
    Me chama atenção como ele conseguia a quase perfeição com tão poucos recursos.

    Comentário por CRISTIANO | 19/09/2009 | Responder

  4. Grande Cristiano,

    Ford era extremamente talentoso e genial. Portanto, mesmo com poucos recursos, seus filmes se tornaram inesquecíveis. Há sempre um universo criado por ele: a família, a casa, a aventura e um papel em destaque para seu amigo John Wayne.
    Ford deixou a sua assinatura. Da mesma maneira que dizemos: É um Velásquez, um Picasso, dizemos: é um John Ford!

    Grande abraço.

    Comentário por dsaviosoares | 19/09/2009 | Responder

  5. Ainda não assiti este fime.
    Adoro filmes de Western, como Shane que também é um clássico.
    Espero um dia assistir para poder emitir minha opinião, que imagino será também de exclamação por tão belo filme.

    Comentário por Sebastião | 11/10/2009 | Responder

  6. Ok amigo,
    Quando puder não deixe de assistir, é um dos melhores.
    Aguardo os seus comentários.
    Grande abraço.

    Comentário por dsaviosoares | 12/10/2009 | Responder

  7. clássico dos clássicos

    Comentário por zardox | 22/08/2010 | Responder

  8. Nesse estupendo filme, além dos talentos do Ford e do “DICK”, podemos ver a iniciante Natalie Wood, que se tornaria uma das mais belas atrizes do cinema americano. Seu único e trágico papel foi ter se casado com o canastrão do Robert Wagner. Aliás, o inquérito sobre sua morte foi reaberto.

    Comentário por Vinicius Benevides | 07/12/2011 | Responder

    • Vinícius, realmente o caso foi reaberto. Pouco antes da fatalidade (ou assasinato…) houve um jantar num restaurante no qual estavam presentes Natalie Wood, Robert Wagner e Christopher Walken. Durante o encontro houve troca de insultos entre Wagner e Walken devido ao ciúme do marido – Dizem que Natalie gostava de provocá-lo e desta vez escolheu Walken. Se houve algo entre os dois nunca ficou esclarecido, só sabemos através de depoimentos que houve muita discussão e bebedeira no iate…vamos ver se tem alguma novidade, mas acho muito estranho a tese de que Natalie teve um enfarte ou caiu porque estava bêbada e tropeçou (não sabia nadar…).

      Abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 12/12/2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: