SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Você acordou de mau-humor? Imagine se tivesse que escovar os dentes como o ator Michael J. Fox.


Michael J. Fox se considera um sortudo. Na sua última biografia “Um Otimista Incorrigível” (Always Looking Up: The Adventures of an incurable optimist, 2009), retrata a sua luta diária nos últimos dez anos que trava contra o Mal de Parkinson, doença que o acomete há mais de onze anos. O livro trata de um tema delicado, mas J. Fox conduz bem – há momentos emocionantes e passagens angustiantes, mas com pitadas de humor, quando, por exemplo, na batalha do ator para realizar o ato simples de escovar os dentes pela manhã.

Pegar a pasta dental não é nada comparado ao esforço feito para coordenar o trabalho nas duas mãos, uma segurando a escova e a outra tentando colocar uma linha de pasta nas cerdas. Agora, a minha mão direita já está levantada e fazendo movimentos circulares com meu punho, perfeito para o que farei em seguida. Minha mão esquerda guia a direita até a boca e, quando a parte de trás da escova toca a gengiva atrás do lábio superior, eu a solto. É como soltar o elástico de um estilingue e comparando, é tão poderoso quanto a melhor escova elétrica que existe no mercado.

 6280078

Conforme relata no livro, Michael J. Fox acorda pela manhã, se olha no espelho e vê um homem trêmulo, enrugado, embaraçado e curvado e se pergunta: “Do que você está rindo?”. Ele diz saber a resposta. Apresenta uma cara de satisfação e diz pra si mesmo:

“A partir de agora o dia vai melhorar”.

Anúncios

11/11/2009 - Posted by | Uncategorized | , ,

6 Comentários »

  1. Mestre Sávio, mais uma vez parabéns!!!
    Sensacional posto, abraços!

    Comentário por Antonio | 11/11/2009 | Responder

  2. Obrigado Antonio,
    Grande abraço.

    Sávio

    Comentário por dsaviosoares | 12/11/2009 | Responder

  3. É, “se todos fossem iguais a voce, que maravilha viver”…

    Muito bonito a força de vontade e o bom humor de J. Fox, em sua trajetoria de vida desde que foi acometido desse mal terrivel. grande ator, carismatico e de grande talento em todos os filmes que assiti do mesmo…grande postagem Sávio , otima lembrança..abraço..Roberto

    Comentário por ROBERTO CARVALHO | 12/11/2009 | Responder

  4. Valeu Roberto,
    Não gosto de livros de auto-ajuda, mas esse do ex-ator é interessante.
    Abração,

    Sávio

    Comentário por dsaviosoares | 12/11/2009 | Responder

  5. O nome de Michael J. Fox é conhecido de todos, principalmente devido ao seu grande êxito “Regresso ao Futuro” / “Back to the Future” e também à sua participação na série “Quem Sai aos Seus”.
    “Um Homem de Sorte” / “Lucky Man” não é mais um filme seu mas sim um livro escrito na primeira pessoa, em que nos relata a sua vida desde que nasceu até ao sucesso de uma carreira no cinema, que foi “subitamente” interrompida devido à doença de Parkinson Jovem.

    A sua narrativa oferece-nos a história de alguém que partiu ainda em adolescente à conquista de um sonho… ser estrela de cinema e quando já estava a desistir e a regressar a casa, devido ao insucesso, descobriu finalmente que a sua estrela brilhava e foi tudo tão rápido, como muitos anos depois os tremores que nasceram no seu dedo, sintoma da doença que nascia. A outra arte deste livro fala-nos do problema clínico de Parkinson Jovem, daí a sua catalogação em Medicina, no entanto a forma viva e pessoal como é narrada a doença, quase como metáfora para apenas citar essa obra de Susan Sontag, permite uma leitura apaixonante, fugindo ao trágico.

    Editado em 2002, esta obra apresenta-nos um Michael J. Fox jovem e incisivo nas questões que coloca… e elas tanto são assuntos como a fama de uma estrela e a sua vida atribulada na Meca do Cinema, como a história de um homem famoso em luta contra uma doença, que o tornou igual a todos os outros, mas também diferente porque as suas convicções o transformaram num nome de uma causa. Esse mesmo homem que lutara por um lugar ao sol no firmamento estrelar, trabalhando simultaneamente numa série “Quem Sai aos Seus” e numa película “Regresso ao Futuro”, sobrevivendo então com apenas três horas de sono. A arte de ser famoso nunca foi tão bem descrita como nestas páginas de um humor perfeito, sem qualquer mágoa ou pesar, apenas a passagem de um tempo que lhe ofereceu uma razão para viver no interior do seu núcleo familiar com a maior das intensidades.

    Michael J. Fox com “Um Homem de Sorte” oferece ao leitor o mapa da estrada da felicidade, como se de um filme se tratasse… infelizmente a cura da doença de Parkinson ainda está distante, mas a acção de Michael para a resolução do problema tornou-se muito importante e a fama do seu nome, como ele refere, contribuiu no bom sentido, para uma luta mais intensa com o problema.

    Rui Luís Lima

    Comentário por ROBERTO CARVALHO | 12/11/2009 | Responder

  6. Valeu Roberto,

    Abraços,

    Sávio

    Comentário por dsaviosoares | 12/11/2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: