SÁVIO SOARES

Cinema e música.

The Old Blue Eyes: Uma sensível crônica e uma canção para um dia de fossa.


Airton Monte é um cronista que escreve num jornal de grande circulação aqui no Ceará. Certa vez, ele concedeu uma entrevista ao jornalista Renato Abreu, apresentador do programa “Sinatra & Amigos” que é transmitido pela FM Assembléia (Programa que tive a honra de participar e colaborar durante um ano), e falou sobre o ídolo Frank Sinatra. Mas eu já sabia da sua admiração pelo mito Sinatra, pois o que mais me chamou a atenção foi uma crônica que o Airton escreveu no Jornal.

 THE OLD BLUE EYES – Airton Monte

 Em plena quarta-feira de cinzas, vou me lembrar que ouvi Frank Sinatra pela primeira vez ainda estava na barriga de minha mãe, fã de carteirinha dos Velhos Olhos Azuis. E olhem que Sinatra já era Sinatra, a Voz já era a Voz, já era lenda. Se há homens que fazem a própria lenda, Sinatra foi um deles. Aos 15 anos, pensava eu que a trilha sonora do Século Vinte fosse o rock.

Depois, quando adulto, imaginei que fosse o jazz. Hoje, aos 53 anos, descubro que a trilha sonora do Século Vinte foi Frank Sinatra. A Voz, os Velhos Olhos Azuis e seu estilo. Dizem coisas boas e ruins de Sinatra. Falam mal e bem de Sinatra. Entanto, admiradores e detratores viram unanimidade quando se trata do talento de Frank e seu estilo. A Voz tinha, na medida quase perfeita, aquela refinada mistura que une a técnica à emoção. Cantava como se batesse papo com o público.

Tinha tanto estilo que qualquer roupa que vestisse perdia a griffe, tornava-se Sinatra. Frank era um Midas da personalidade. Tudo que tocava se transformava em Sinatra. A vida é boa de viver, porque a morte é muito chata, costumava dizer. Sinatra viveu a vida que desejou viver e do seu jeito. Sempre fez o que queria do seu jeito, por isso tinha estilo.

Dizem que era um sujeito durão e era. Que era amigo de mafiosos e era. Que era amigo fiel dos amigos e inimigos implacáveis dos inimigos e era. Era praticamente tudo que se dizia dele. Nem bom nem mau, apenas um fantástico artista, era Sinatra. Há tempos, a Voz calou-se, os Velhos Olhos Azuis viajam outras paisagens, talvez em busca de Ava Gardner. Sinatra morreu. Mas afinal, Frank, você sempre esteve a um passo da eternidade.

O dom de escrever está no sangue do Airton Monte, a crônica escrita numa quarta-feira de cinzas é bem boêmia – um dia perfeito para um “Only The Lonely”. Sobre o Frankie é uma das que guardo com carinho.

Anúncios

02/02/2010 - Posted by | Uncategorized |

6 Comentários »

  1. Ótima crônica. Tudo verdade, era assim que o Frank gostava que escrevessem sobre ele. Somente a verdade.

    Comentário por Lourdes | 03/02/2010 | Responder

    • Também gostei Lourdes. O Airton Monte fez uma crônica que mostra bem como era realmente o Frank Sinatra.

      Abraços,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 03/02/2010 | Responder

  2. Bom amigo Sávio, vou mais além, creio que, por mais que vejamos coisas escritas sobre Sinatra, jamais vão esgotar-se
    as novidades e adjetivos que configuram bem que era Sinatra, já lí e ouvi de tudo, pensava eu que sim, mas aí vem voce e o grande Airton Monte com essas:

    1-Cantava como se batesse papo com o público.
    2-Tinha tanto estilo que qualquer roupa que vestisse perdia a griffe.

    Grande verdade, grande Airton, grande Sávio e grande Sinatra, essas duas pérolas eu ainda não tinha visto..rs..abraços

    Comentário por Roberto Carvalho | 03/02/2010 | Responder

  3. É Roberto,

    Tem muito assunto por aí do Frankie, alguns eu guardo com muito carinho. Concordo, sempre surge algo que nos surpreende. Há um infinito de reportagens. Ainda bem…

    Grande abraço,

    Sávio

    Comentário por dsaviosoares | 03/02/2010 | Responder

  4. Olá grande Sávio. Inicialmente quero agradecer sua lembrança pela ótima entrevista que levamos ao ar no “Sinatra & Amigos” com o grande Airton Monte. Aliás, são imperdíveis suas crônicas diárias no Vida & Arte do jornal O POVO (Um lembrete: na última quinta-feira (28) ele escreveu uma pérola sobre o que significa torcer o glorioso Botafogo de Futebol e Regatas, E olha, que sou Flamengo roxo). O Airton é sensível e tudo que disse sobre Blue Eyes é puro encanto. Por isso quero saudar sua lembrança mas fazer um reparo: o “Sinatra & Amigos” – no ar todos os sábados das 18 às 19h30 com reprise às quintas às 23 horas na FM Assembléia (96,7) é uma idéia original minha e, principalmente sua. Por isso sua cadeira é cativa lá para comparecer sempre que puder e brindar o público com sua participação cativante e sempre bem informada sobre os assuntos que envolvem um certo Francis Albert Sinatra. Um abraço forte. PS. seu blog é um luxo só.

    Comentário por Renato Abreu | 04/02/2010 | Responder

    • Valeu Renato,

      O Programa “Sinatra & Amigos” é referência de música adulta, não só do Frankie, mas de outros grandes da canção. Aos sábados, final de tarde, o programa cai como uma luva. Claro, participarei sempre que possível. É pura diversão.
      Quanto ao Airton Monte, são muitas crônicas inesquecíveis , mas não me lembre de futebol, depois de domingo (meu Flu 3 X teu Fla 5), quero esquecer um pouco…

      Grande abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 04/02/2010 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: