SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Humphrey Bogart e Lauren Bacall – Nem tudo foi perfeito.

Quando Boggie a conheceu era casado pela terceira vez. A esposa se chamava Mayo Methot, uma atriz maluca e quando provocada pelo próprio marido jogava pratos e atirava facas sem medir as consequências. E, ao contrário do que muitos pensam, Bogart era fino por natureza e grosso quando tinha vontade.

O durão Bogart e a bela Bacall

 Lauren Bacal era modelo e estava no auge da sensualidade e da beleza quando Boggie a conheceu durante as filmagens de “Uma Aventura na Martinica”(1944). Foi paixão fulminante. Bogart separou-se da terceira esposa, casou-se com Bacall, tiveram dois filhos e uma vida sem turbulências até o câncer de esôfago que o maltratou e, por fim, o matou. A bela esposa esteve ao seu lado durante todo o sofrimento.

Porém, a realidade foi diferente dos romances de Hollywood: Durante a terrível doença do marido, Bacall ainda encontrou tempo para fazer algo que nenhum médico indicaria para aliviar o sofrimento de qualquer paciente terminal: Sentindo-se carente e solitária, passou-lhe um belo par de chifres com um amigo pessoal de Boggie, o Frank Sinatra. Após a morte do marido, Bacall e Sinatra noivaram. Mas depois o Frank a dispensou, pois ela fez questão de divulgar o que para ele era um segredo – o noivado. Hoje em dia seria um prato cheio para as fofocas…

Frank Sinatra, feliz da vida, entre as belas Doris Day e Lauren Bacall.

Anúncios

18/06/2010 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário