SÁVIO SOARES

Cinema e música.

O negócio da belíssima Jennifer O’Neill, a sensual viúva de “Verão 42”, é casar.


Por onde anda a bela e talentosa Jennifer O’Neill? – Pergunta que me fiz várias vezes…
 
 

Ela nasceu no Rio de janeiro – onde seu pai era adido cultural da Embaixada dos EUA – em 20 de fevereiro de 1948. Manteve a dupla cidadania e fala corretamente o português. Seus pais voltaram aos EUA em 1962, fixando-se em Washington e depois Nova York, onde, Jennifer, aos 15 anos, começou a trabalhar como modelo. 

 

Uma capa na revista Vogue lhe valeu um teste com o diretor e produtor Howard Hawks, que a usou em Rio Lobo (1970) ao lado do mito John Wayne. Mas o sucesso pra valer ocorreu quando a bela atriz revelou uma sensualidade impressionante no filme Verão 42 (1971) – eu me imaginava no lugar daquele adolescente… O filme se tornou um clássico e a canção-tema de Michael Legrand é conhecida mundialmente. 

 

Jennifer atuou ainda em A Reencarnação de Peter Proud (1975), O Inocente (1976), último filme de Luchino Visconti, e Scanners…Sua Mente Pode Destruir (1981). 

Mas na vida a bela Jennifer teve episódios trágicos, a começar quando fazia o seriado de TV Retrato Falado (1985) que foi interrompido quando o galã Jon-Herik Hexum matou-se com um tiro acidental. Ainda jovem, Jennifer já era casada quatro vezes, teve uma vida envolta em escândalos e, atualmente (acho que até hoje, dia 13 de setembro…) é casada pela nova vez! 

  

 A belíssima canção e cenas do tocante filme Summer of 42 . 
Anúncios

13/09/2010 - Posted by | Uncategorized | ,

9 Comentários »

  1. Frio, filme e pipoca!
    Todos sabem que o cinema é a Sétima Arte. Pensando nisso eu fiquei a conversar com os meus botões: “Se o cinema é a Sétima Arte, quais seriam então as outras seis?”. Nada mais natural, não é mesmo?
    Como de costume, fui pesquisar por aí e descobri que o cinema é chamado de Sétima Arte porque, no século XX, juntou-se às outras seis, já tradicionalmente consideradas: Arquitetura, Literatura, Pintura, Escultura, Música e Dança.
    O inventor do cinema foi Thomas Edison, em 1893, entretanto, seus filmes só tinham 15 segundos de duração e apenas eram vistos por uma pessoa de cada vez, em uma máquina chamada cinetoscópio. Porém, o nascimento do cinema é comemorado em dezembro de 1895, quando os irmãos Lumière(Auguste e Louis) promoveram em Paris a primeira sessão pública de seu invento, o cinematógrafo, mostrando cenas cotidianas gravadas em filme.
    Os primeiros filmes eram em preto e branco. Também eram mudos. O primeiro filme com som só surgiu em 1927; e os coloridos somente nos anos 30. De lá para cá o cinema tornou-se nessa “Indústria” que todos conhecem (como é mesmo que se escreve Hollywood?).
    Graças à invenção do cinema, todos nós temos o filme inesquecível de nossas vidas. Qual será o seu: “Titanic”, ou “O Vento Levou”? O meu é: “No verão de 42”. A história se passa na época da II Grande Guerra Mundial, quando um adolescente, em férias numa ilha de veraneio, fica conhecendo uma mulher, cujo marido foi convocado para a guerra. Ele se apaixona perdidamente. Nesse romance ele vive o seu primeiro momento de amor, que ocorre após ela receber a notícia de que seu marido havia morrido em combate. Um amor efêmero, como acontece com o verão, mas inesquecível na vida do personagem principal do filme.
    Também para mim, pois foi o primeiro filme impróprio para menores de 18 anos que assisti, no verão de 73, com a idade de 16 anos e a carteirinha de escola falsificada – como era comum aos adolescentes dessa época. Hoje esse filme pode ser exibido na sessão das dez – DA MANHÃ!- junto com os desenhos animados e os programas infantis, sem o menor pudor ou constrangimento.
    Isso me lembra que eu devo ir à locadora retirar mais uma vez esse filme, pois o dia frio de hoje está prá filme e pipoca!

    Sávio, obrigado pela lembrança de meu filme e música prediletos!

    Abraços.

    Álvaro Míchkim

    Comentário por Álvaro Míchkim | 22/08/2011 | Responder

    • Olá Alvaro,

      Vejo que você entende muito de cinema – da sua história e do que teve de melhor na sétima arte.
      Os filmes que você citou, apenas um não está na minha lista: Titanic.
      “Verão 42” é um filme sensível e inesquecível: Belíssima estrela, canção, paisagens e uma história emocionante.
      Concordo quanto ao horário de exibição: hoje em dia pode ser exibido pela manhã e não chocará nenhuma criança.

      Obrigado pelas ricas informações e um forte abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 24/08/2011 | Responder

    • Thomas Edison NÃO INVENTOU O CINEMA!

      Só pra constar, o filme MAIS ANTIGO que se tem notícia é de 1888! http://www.youtube.com/watch?v=F1i40rnpOsA

      Como é que ele pode ter inventado o cinema em 1893 se 5 anos antes já tinham feito esse filme de 2 segundos?

      O Cinema não foi inventado por uma única pessoa, foram várias experiências que resultaram no nascimento do cinema.

      O pontapé inicial para o surgimento do cinema foi com o Taumatrópio, criado em 1824 por Peter Mark Roget. Depois vieram o Fenacistoscópio, o Zootropo, o Praxinoscópio, o Zoopraxiscópio…. e só então Edison cria o Cinetógrafo e o Cinetoscópio. Todos esses aparelhos apresentavam IMAGENS ANIMADAS! (Ou, que pareciam estar em movimento).

      Mas foi o CINEMAtógrafo (daí vem a palavra CINEMA) que deu o boom inicial do que chamamos hoje de 7ª arte.

      E o primeiro filme com som NÃO SURGIU em 1927 com o Cantor de Jazz. Um ano antes foi lançado “What Price Glory?”, que já usava a tecnologia do som ser impresso na própria BITOLA, sem precisar de um pianista ao vivo na exibição do filme.

      Só que 30 anos antes já existia filmes com som.

      Em 1896 já existiam filmes com som.

      O Cantor de Jazz foi o primeiro filme FICCIONAL falado. Mas não o primeiro filme COM SOM.

      A primeiro filme com som foi um da própria empresa de Thomas Edison, filmado entre 1894 e 1895 (só exibido em 1896), o som foi gravado em disco e exibido sincronizado ao vivo: http://www.youtube.com/watch?v=Y6b0wpBTR1s

      Já em 1918 3 alemães criaram o Tri-Ergon o que possibilitava gravar o som na própria bitola do filme!

      E filmes coloridas TAMBÉM já existiam antes dos anos 30.

      O mais velho de que se tem notícia é esse: http://www.youtube.com/watch?v=3EQQBy5b_bM&feature=player_embedded

      De 1902.

      Mas não é porque sua mensagem é de 2011 e esse filme foi descoberto em 2012 que eu não poderia falar que já haviam filmes coloridos. Errado, vários filmes da década de 10 e 20 já tinham cor. Alguns como O Golem, de 1920, apresentava as cores Azul, Verde, Vermelho e Preto. O filme O Nascimento de Uma Nação, dos anos 10, tinha tomadas em AMARELO.

      Fora alguns filmes da primeira década do século XX, pós-1902, que foram rodados em preto e branco, mas a película colorizada com tinta, rsrs.

      Comentário por Papa Emeritus | 05/01/2013 | Responder

      • Só pra não esquecer, antes que falem (eu sei que ninguém comentou sobre isso, mas já vou falar)…. o 3D foi inventado no final do século 19, e o 3D como o conhecemos hoje foi inventado nos anos 20. Só nos anos 50 é que ele começou a ser usado comercialmente (mas muita gente acha que foi criado nos anos 50).

        O IMAX, que muita gente fala que é uma invenção e tanto, e de fato é, na verdade é uma CÓPIA descarada de um sistema criado nos anos 50.

        O IMAX surgiu nos anos 60, rodando películas de 70mm na horizontal e não na vertical como é o tradicional. Mas nos anos 50 algumas salas de exibição adaptavam bitolas de 35mm para serem rodadas na horizontal, aumentando a área de registro. Os criadores do IMAX “roubaram” essa idéia e patentearam!

        A história do cinema tem muito mais surpresas do que se imagina! É só pesquisarem com cuidado.

        Abraços e me desculpe pela minha arrogância… mas acho que não tem nada demais em passar as informações de maneira correta para o pessoal que ama o cinema!

        Comentário por Papa Emeritus | 05/01/2013

  2. Onde está a fonte sobre a dupla nacionalidade e fluência em português de Jennifer O’Neill?

    Comentário por Augusto Guedes | 12/11/2011 | Responder

  3. Obrigada a todos que postaram esses comentarios, eu tenho uma grande admiração por essa incrivel jennifer O’neill, quando assisti esse lindo filme eu eu era casada e estava brigada com meu marido, e apos assistir verão 72, kkk fui obrigada a fazer as pazes e olha foi uma maravilha, quero sempre estar atualizada sobre ela, valeu mesmo bjs

    Comentário por nalva costa | 02/01/2012 | Responder

  4. desculpe-me falei verão 72 … e é verão 42, acabei de assistir A JORNADA com jennifer O’neill, muito lindo ela é uma evangelica assistam , vão gostar.

    Comentário por nalva costa | 02/01/2012 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: