SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Tony Curtis (1925 – 2010) – Mais um dos grande atores de Hollywood se foi.


O astro Burt Lancaster recomendou o amigo Tony Curtis para atuarem juntos nos filmes Trapézio (1957) e A Embriaguez do Sucesso (1957). Foi o suficiente para que a sua carreira engatasse.
 
 
 

Em 1958, Tony foi indicado para o Oscar de melhor ator por Acorrentados (1958). Depois disso, brilhou ao lado de Marilyn Monroe e Jack Lemmon na fantátisca comédia Quanto Mais Quente Melhor (1959), provando que era tão bom comediante quanto ator dramático. E no épico Spartacus (1960) nada ficou devendo a Sir Laurence Olivier nas cenas que fizeram juntas (a cena que o personagem homossexual vivido por Laurence se insinua para o gladiador vivido por Curtis entrou para a história do cinema). Foi o melhor período de Tony Curtis em Hollywood.

Tony Curtis e a bela atriz e esposa, Janet Leigh.

Após a sua fase de ouro no cinema, atuou ainda em comédias românticas e teve uma atuação magistral vivendo um estrangulador no filme O Homem que Odiava as Mulheres (1968). A partir dos anos 70 perdeu espaço – Já não era um galâ, estava ficando careca e havia engordado, portanto não havia espaço para atuar em papéis de galã ou mesmo gladiador. Tentou a TV no seriado The Persuaders (1971) e escreveu um livro de ficção, mas ambas experiências foram um fracasso absoluto. Então, veio a depressão, enterrou-se no álcool e na cocaína (fato comum em Hollywood quando atores e atrizes que atingiram o estrelato caem no limbo não conseguem suportar a pressão advinda do fracasso).

Tony e a filha Jamie Lee Curtis.

 O astro encontrou seu “porto seguro” na pintura

Tony teve seis filhos (um deles a famosa Jamie Lee Curtis) e foi casado com a bela atriz Janet Leigh, que interpretou a personagem que leva as famosas facadas no clássico Psicose (1960). Nos últimos anos, Tony dedicou-se à pintura, conseguiu algum sucesso e, aparentemente, encontrou paz. Faleceu em Las Vegas aos 85 anos de idade.

Anúncios

30/09/2010 - Posted by | Uncategorized |

2 Comentários »

  1. Sãvio, ele foi meu artista preferido desde a minha adolescência. Vi todos os seus filmes e me correspondi com ele através da internet. Ele ficou feliz em saber que tinha uma fã aqui no Brasil como ele disse: “tão longe”…
    Descanse em paz, Tony. Vou sentir sua falta.

    Comentário por Lourdes | 01/10/2010 | Responder

  2. Oi Lourdes,

    Mais um grande astro de Hollywood que se foi. Fez parte de uma época inesquecível, de grandes filmes e de grandes astros e estrelas.
    Amiga, imagino que deve ter sido uma grande alegria se comunicar com este grande ator.

    Forte abraço,

    Sávio

    Comentário por dsaviosoares | 03/10/2010 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: