SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Sari E. Sanders, também conhecida como Zsa Zsa Gabor.


“A vida com Zsa Zsa é como viver nas encostas de um vulcão” – o ex-marido George Sanders, com experiência própria.

Não há exageros nas palavras do ator George Sanders sobre a então esposa Zsa Zsa Gabor. A húngara, quando chegou em Hollywood, perseguiu o objetivo para o qual Jolie, sua mãe, a havia criado: a caça a homens ricos e poderosos. Zsa Zsa tinha um corpo estonteante, cabelos ruivos e rosto desenhado (dizem que tinha um formato, adivinhe só: de um diamante). A loura nasceu em 1919. Ou 1918. Ou 1917. Um segredo, realmente. Ironicamente, dizia: “Eu não nasci. Fui pedida pelo serviço de quarto.”

O casamento com o sarcástico George Sanders foi para o brejo (não definitivamente. Dizia, estranhamente, que ainda o amava) quando a loura conheceu o playboy dominicano Porfírio Rubirosa. Um dos maiores conquistadores do Século 20, Rubi caiu de quatro pela loura sedutora, mas foi recíproco. Ela disse, certa vez, que “Rubi é uma doença do sangue”. Já não podia viver sem o garanhão.

Porém, após algumas semanas de muita farra o playboy chegou para a amada e disse que estava sem grana. Deu a solução: “Querida, vamos ter de nos separar. Estou sem dinheiro, e Barbara Hutton está me oferecendo cinco milhões de dólares para me casar com ela. Em algumas semanas você me terá de volta.” E cumpriu o que havia dito. Quando Rubirosa e sua alma gêmea húngara encerraram sua louca caravana intercontinental de sensações, o playboy já havia traçado Eartha Kitt, Rita Hayworth e a imperatriz Soraya do Irã.

Sobre a insaciável loura, que fez poucos filmes, mas tinha mais glamour do que muitas atrizes de Hollywood da época, o escritor Ruy Castro, no excelente livro “Um filme é  para sempre” (Companhia das Letras), disse o seguinte:

“Zsa Zsa foi talvez a última Pompadour de todos os tempos: a mulher irresistível, inteligente (que sabia a hora de se passar por burra), cosmopolita (húngara de nascimento, educada na Suíça, alma internacional) e eroticamente disponível desde que, no criado-mudo ao lado da cama, repousasse um anel de noivado para combinar com os rubis e diamantes de seu acervo.” 

A loura, recentemente, fraturou a bacia e teve que fazer uma cirurgia reconstrutiva, mas continua entre nós. Zsa Zsa Gabor está com 93, 94 ou 95 anos de idade.

Anúncios

25/11/2010 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: