SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Wyatt Earp, Jesse James e Billy The Kid – Heróis do faroeste desmistificados.


O escritor e cinéfilo J. Pereira, no livro “Câmera, Ação” (Edimax), nos conta que alguns heróis dos filmes do faroeste não eram nada parecidos com os que são retratados no cinema e nos seriados. “Alguns pesquisadores norte-americanos andaram estudando longamente a ‘vida real’ dos antigos heróis do Oeste. E obtiveram alguns fatos pertubadores”, disse o escritor.

O real Wyatt Earp e o “bigode guidão de bicicleta”.

kevin Costner – Wyatt Earp no cinema com bigode aparado.

O caso clássico é de Wyatt Earp, o chamado “domador de Dodge City”. Na verdade, não tinha a menor semelhança com os atores que o interpretaram em filmes e seriados de TV. Tinha os olhos pequenos e próximos e usava uns bigodes de pareciam um “guidão de bicicleta”. Mas essa aparência nada romântica de Wyatt Earp é a última das desilusões a respeito desse herói do Oeste. Alguns esclarecimentos:

Wyatt Earp era um grande jogador profissional? Que nada! Foi descrito por um contemporâneo como “um dos mais desonestos parceiros que jamais ocupou uma mesa de jogo”.

Era um rápido homem no gatilho? Balela! É sem dúvida verdadeiro que ele e seus ajudantes mataram três membros da quadrilha de Clanton. Mas de acordo com testemunhas visuais, os três já estavam com os braços erguidos, quando foram mortos.

Era um galanteador? A lenda de “conduta honrosa perante as mulheres” cai por terra, também, quando se considera o que aconteceu com a “esposa” de Earp, Mattie Blayloc – provavelmente ele nunca se casou com ela. “Nosso herói” simplesmente a deixou um dia no meio da estrada, dizendo-lhe apenas um “até logo, meu bem” – ou talvez nem isso. Alguns anos mais tarde ela se suicidou, depois de ter vivido como prostituta num campo de minas no Arizona.

O verdadeiro Jesse James

Brad Pitt – Um “Jesse James” no cinema.

O famoso Jesse James, chamado o “Robin Hood” dos “fora da lei”, jamais deu um só centavo a alguém. Assaltou 11 bancos, alguns trens e matou dezesseis pessoas, duas das quais eram funcionários bancários desarmados.

No seu enterro (ele foi morto pelas costas por um companheiro quadrilha). Sua mãe cantou: “Que amigo temos em Jesus” e viveu depois do produto da venda de lembrancinhas de seu filho bandido a turistas.

Billy the Kid – Um delinquente juvenil.

Emilio Estevez – O “Billy the Kid” das telas.

Já Billy the Kid era um jovem de ombros estreitos, psicopata, de dentes arruinados, que matou cerca de 20 pessoas durante sua breve carreira. Mas não matava suas vítimas em desafios no meio da rua, frente à frente, numa competição de quem puxa mais rápido o gatilho. A maioria morreu vítima de suas ciladas e tocaias.

Billy morreu quando o implacável xerife Pat Garret perseguiu o delinquente juvenil através de vários estados, matando-o numa noite de luar no Fort Summer, Nôvo México.

A deformação é tão grande que Billy the Kid tem aparecido em filmes de cinema e de televisão na qualidade de xerife!

Anúncios

06/07/2011 - Posted by | Uncategorized | ,

14 Comentários »

  1. Muito interessante o teu espaço.
    Precisas conhecer o blog “O Falcão Maltês” de Antônio Nahud Junior. Creio que ambos têm figurinhas interessantes para trocarem.
    Isso se vocês já não se conhecem.

    Abraços poéticos!

    Comentário por Júlio Machado ( Blog Vagar Alado) | 08/07/2011 | Responder

    • Olá Julio,

      Obrigado pelos elogios e pela dica vou conhecer o blog que voce indicou. O título é perfeito.
      Um abraço,

      Sávio.

      Comentário por dsaviosoares | 08/07/2011 | Responder

  2. BOA NOITE ! REALMENTE NÃO NADA QUE PROVE OS GRANDES FEITOS DESTES ÍCONES DO CINEMA!!

    Comentário por KOMI | 11/07/2011 | Responder

    • Verdade Komi,

      São mitos inesquecíveis! (Mitos criados principalmente pelo cinema)

      Abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 12/07/2011 | Responder

  3. Muito interessante,são meus ídolos dos gibis,e filmes.

    Comentário por Reinaldo pascoal | 01/10/2011 | Responder

    • Olá Reinaldo,

      Estes heróis forjados pelo cinema e pelo tempo fizeram a nossa infância bastante feliz.

      Abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 03/10/2011 | Responder

  4. Nossa a história real é quase bem dizer um avesso das contadas em filmes, e eu pensava que Billy the Kid realmente era rápido no gatilho. Cresci acreditando nisso, e agora saber que andam colocando ele até como Xerife.

    Comentário por Dorinha | 26/04/2012 | Responder

    • Pois é Dorinha,

      No faroeste existem muitas fantasias criadas sobre personagens históricos…mas como foi dito em certo clássico do gênero: “Quando temos a verdade e a lenda, publicamos a lenda…”

      Abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 27/04/2012 | Responder

      • É que a Lenda sempre nos encanta, e a realidade por muitas vezes até nos choca.

        Abraço.
        Dorinha

        Comentário por Dorinha | 27/04/2012

      • Verdade, Dorinha…compreendo…abraço

        Comentário por dsaviosoares | 27/04/2012

  5. Só tem uma coisa errada ai. A segunda foto, no qual se nomeia como O “VERDEIRO JESSE JAMES” é na verdade outa foto de BILLY “THE KID”. Ouve ai uma pequena confusão, onde se colocou 2 fotos de Billy.

    Comentário por Luiz | 02/02/2013 | Responder

  6. Só tem uma coisa errada ai. A segunda foto, no qual se nomeia como O “VERDEIRO JESSE JAMES” é na verdade outra foto de BILLY “THE KID”. Houve ai uma pequena confusão, onde se colocou 2 fotos de Billy.

    Comentário por Luiz | 02/02/2013 | Responder

  7. Não conheço a história de Earp e James. Mas com certeza seu texto sobre Billy The Kid está muito longe da realidade. Sugiro que procure livros de pesquisadores renomados como Frederick Nolan, Robert Ultey ou C.R. Caldwell e esqueça um pouco filmes como “Young Guns” ou “Billy The Kid e Pat Garrett”. Henry McCarty nunca matou 21 homens. isso é balela da mídia sensacionalista da época que precisava de um bode espiatório para justificar os horrores que empresários e políticos corruptos da época como James Dolan e Samuel Axtell (governador do novo méxico) praticavam.

    Billy matou quatro homens em toda sua vida: Frank P. Cahill, J.W. Bell, Bob Ollinger e Joe “Red” Grant. Sendo o primeiro e último caso em legítima defesa. Os outros dois, ambos ex-membros dos “Seven Rivers Warriors”, uma gangue de saqueadores de Pecos Valley. Ao contrário de James, não existe nenhum registro de que Billy tenha matado algum inocente em assaltos ou roubos. Nenhum desses quatro indivíduos eram menos bandidos do que ele.

    Billy não assaltava comboios, nem bancos nem correios. Seu único interesse eram gado e cavalos. Não estou dizendo que ele não era um criminoso. Pois ele era. Mas muito longe de ser o assassino inescrupuloso e frio que todos falam. Como disse Frederick Nolan: “transformaram uma pessoa real; William Bonney(Henry McCarty) em um personagem irreal: Billy The Kid.

    Enfim, pode parecer que estou defendendo ele, mas na verdade sou estou colaborando com seu Post. Separando os mitos e landas da realidade, abraços.

    Comentário por Lucas Leal | 14/04/2013 | Responder

  8. Não entendi porque você removeu meu comentário Sávio. Não disse nada de mais, só estava tentando ajudar.

    Se você sabe inglês ou conhece alguém próximo que saiba. Procure livros como “Billy The Kid:The endless ride” de Robert Marshall Ultey ou “The West of Billy The Kid” escrito pelo maior especialista no assunto, o britânico Frederick Nolan. São excelentes livros e esclarecem muitas lendas sobre Billy The Kid. Por outro, são bem pesados e detalhados. Uma sugestão mais leve e tão confiável quanto, é “Dead Rigth: the Lincoln County War” de C.R Caldwell.
    Posso garantir que em nenhum deles você vai encontrar que Billy The Kid matou mais de 20 pessoas, que fazia emboscadas etc. Como você mesmo disse, a realidade é muito diferente da lenda. Eu li todos esses livros, e posso te garantir que a maioria das coisas sobre Billy The Kid é lenda. Como disse Nolan; “transformaram uma pessoa real, Henry McCarty (ou William Bonney) em um personagem irreal”.

    Comentário por Lucas Leal | 18/04/2013 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: