SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Kim Novak – Loura fabricada por Hollywood – E daí?


Em dezembro de 2001, sua casa em Oregon foi assaltada e teve um prejuízo avaliado em US $ 200.000 de armas de fogo e ferramentas. Três homens foram presos e acusados ​​de arrombamento e roubo. Sobre o fato, a estrela disse o seguinte: 

“Eu assumo pessoalmente como um sinal de que talvez não seja o correto escrever a minha biografia, talvez o passado não interesse a ninguém. Isso me fez perceber então o que era realmente valioso.”

 

Exemplo típico de um bem-sucedido produto manufaturado por um grande estúdio de Hollywood, Kim Novak nasceu para combater outra loira famosa e beneficiou-se de um aparato que funcionou muito bem nos anos 40 e 50, quando os artistas tinham ao seu dispor uma máquina publicitária gratuita e recebiam até aulas de interpretação. Tudo começou na primeira metade da década de 50. Nessa época, Marilyn Monroe faturava horrores para a Fox e a Columbia – que só contava com Rita Hayworth, então em decadência – resolveu lançar um novo produto: uma garota loira e bonita que havia sido eleita Miss Deepfreeze e fazia uma turnê patrocinada por uma fabricante de geladeiras.

Chamava-se Marilyn Novak , havia nascido em Chicago em 13 de fevereiro de 1933, e toda a sua experiência com as câmeras era uma pontinha em Um Romance em Paris (1954). O chefão Harry Cohn, pra disfarçar o óbvio, trocou-lhe o nome para Kim e a escalou para A Morte Espera no 322 (1954), dirigido pelo ex-ator Richard Quine, que se tornou seu namorado e responsável por outros de seus sucessos: Sortilégios de Amor (1958), O Nono Mandamento (196)) e Aconteceu Num Apartamento (1962).

Kim também exibiu sua sensualidade em Férias de Amor (1956) – em que faz uma cena clássica de dança com William Holden – e Um Corpo Que Cai (1958), de Alfred Hitchcock, com quem se desentendeu durante as filmagens. Mesmo seus críticos mais ferrenhos reconheceram seu bom desempenho como a rival de Rita Hayworth em Meus Dois Carinhos (1957) e em O Homem do Braço de Ouro (1956), ambos co-estrelado por Frank Sinatra, com quem teve um romance.

Outro caso de amor, com Sammy Davis Jr., quase acabou com a carreira de Kim devido ao preconceito racial da época. Coube a Harry Cohn “ordenar” que Sammy se afastasse de sua estrela – “pedido” cavalheirescamente aceito pelo genial showman Em 1965, já considerada “solteirona” para o seus 32 anos, Kim casou-se com o ator inglês Richard Johnson, seu galã no fracassado As Aventuras Amorosas de Moll  Flanders, do mesmo ano. Divorciaram-se menos de um ano depois.

Afastada do cinema por falta de bons papéis e morando sozinha na sua casa de praia em Carmel, Kim conheceu o veterinário Robert Malloy, sete anos mais jovem, que passou a cuidar dos seus cavalos, cachorros, cabritos e até de uma lhama, fiéis companheiros da estrela. Casaram-se em 1976 – “assim ele não me cobrava mais as consultas”, ironizou -, e continuam juntos até hoje. De vez em quando Kim saia de seu retiro para trabalhar em filmes como “Apenas um Gigolô (1978). Em 1990 participou do seriado de TV Falcon Crest e estrelou The Children (1990), com Ben Kingsley e Geraldine Chaplin.

Em 2006, Novak foi ferido em um acidente de equitação. Ela teve um pulmão perfurado e costelas quebradas, mas se recuperou em menos de um ano. Ano passado (2010) fez uma cirurgia para remover um câncer de mama, descoberto após um exame de rotina. Fabricada ou não pela máquina do entretenimento, Kim Novak foi uma das mais belas atrizes do século 20. Ruy Castro, em entrevista concedida a um determinado programa, disse que foi a mais bonita estrela que já viu pessoalmente –  Eu acredito no escritor.

Anúncios

14/08/2011 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: