SÁVIO SOARES

Cinema e música.

O susto da cantora Simone se transforma numa grande emoção quando Daniel Gonzaga entra em cena.


Vejam que susto toma a Simone. Daniel Gonzaga, filho do Gonzaguinha, entra no palco exatamente quando a cantora interpreta magistralmente a canção “Começaria Tudo Outra Vez”. A voz do Daniel lembra bastante a do  pai. Simone, depois do susto, procura de onde vem aquela voz. É de arrepiar…

Gonzaguinha morreu ainda jovem, mas deixou grandes composições. Fiquei triste ao saber o quanto sofreu quando do acidente de carro que ocasionou a sua morte. Ronaldo Bôscoli, no seu livro de memórias, conta que um amigo do cantor disse que ninguém parava socorrê-lo na estrada. Ele estava deitado em cima do capô do carro, as pessoas viam que era o Gonzaguinha e achavam que ele não estava precisando de nada (“só pode ter sido alguma coisa assim, porque ninguém parava”, disse Bôscoli). Quando finalmente resolveram socorrê-lo já estava morto.

Gonzaguinha foi um homem apaixonado pelas mulheres. Quando se envolvia era pra valer. Amou e sofreu intensamente. Talvez por tais razões as letras sejam tão carregadas de emoção.

Anúncios

27/09/2011 - Posted by | Uncategorized

4 Comentários »

  1. Gosto disso e parece que estão chegando com qualidade:Diogo Nogueira e agora Daniel Gonzaga, ambos na minha opinião mais simpaticos, mais carismaticos e mais e cantores que os Pais.

    Comentário por Roberto | 27/09/2011 | Responder

    • Roberto,

      Os dois ainda vão fazer mais sucesso. É só esperar.

      Vamos aguardar também algumas composições novas que os afastem da imagem de sucesso que os pais tiveram, pois as vozes são muito parecidas, podem ainda enfrentar dificuldades. Apesar do Diogo Nogueira já ter um programa de samba em um canal de TV, o que facilita mais.

      Abraço,

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 27/09/2011 | Responder

  2. Sávio, a grande diferença que vejo entre esses os dois filhos e respectivos pais, é que no caso de ambos, cantam com alegria, com mais ginga na voz e com um “sotaque” mais moderno, os pais cantavam com uma certa “depressão” no olhar e na voz,claro que viviam em outra época,outros costumes,mas deixando a época de lado, vejo em Diogo e Daniel duas figuras de sucesso inévitavel em nosso campo musical.

    Comentário por Roberto | 28/09/2011 | Responder

    • Roberto, era uma época diferente, os dois viveram o tempo da Ditadura. Concordo quanto o jeito sorumbático, macambúzio, ao cantar. Pelo que li, dizem que o Gonzaguinha era muito inteligente, safo, mas muito amargurado. Certa vez gravou um jingle que iria lhe render um ótimo cachê, mas quando soube que era propaganda do Governo, rasgou o contrato e recusou a grana.
      Quanto ao João Nogueira, este gostava mesmo era da rapaziada, das rodas de samba e dos drinques. Aparentemente era mais descontraído em comparação ao Gonzaguinha.

      Comentário por dsaviosoares | 28/09/2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: