SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Feliz Natal, amigos.


POEMA DE NATAL

Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.
Assim será nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.
Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.
Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —
De repente nunca mais esperaremos…
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente. – Vinicius de Moraes

Anúncios

24/12/2011 - Posted by | Uncategorized

7 Comentários »

  1. Sávio Natal sen ouvir White Cristmans não é Natal!
    Belissimo poema,somente o vinícios mesmo!
    Belo Natal a todos.

    Comentário por michel | 25/12/2011 | Responder

    • Verdade Michel, trata-se de um clássico natalino.

      Comentário por dsaviosoares | 27/12/2011 | Responder

  2. Bom dia, anos atrás quando havia possibilidade de buscar filme pela internet ou comprar DVD então sem saber que gostava de filmes clássicos eu recorreria a Cine Band clássicos nas madrugadas de domingo para segunda-feira ou no canal Futura, mas ás vezes era sorte assistir a um filme me prendesse e também o horário ingrato… Tentei me lembrar de um filme americano da década de 40 ou 50 em que uma família de classe média vira refém de uma gangue, o líder da gangue se não me engano queria se vingar do patriarca. O desfecho ou reta final do filme se dá num lixão… Você sabe qual o filme se refere? Grato…Feliz Natal!!!!

    Comentário por Mauro | 25/12/2011 | Responder

    • Olá Mauro,

      É um ótimo filme, com um suspense psicológico que até hoje nos prende a atenção.

      O filme que você retrata é “Horas Desesperadas” (Desesperate Hours,1955)direção de William Willer, com os atores H. Bogart, Arthur Kennedy e Martha Scott. Teve uma refilmagem na década de 90 com o ator Mickey Rourke.

      A sinopse segue abaixo:

      A rotina dos Hilliard, uma família americana da classe média alta, é brutalmente interrompida quando três presidiários fugitivos invadem a casa deles. O trio é comandado por Glenn Griffin (Humphrey Bogart), um frio e calculista assassino, e é formado ainda por Hal Griffin (Dewey Martin), seu irmão mais jovem, e Sam Kobish (Robert Middleton), um vil bandido. Os foragidos só querem uma coisa: esperar que a namorada de Glenn venha entregar o dinheiro que eles precisam para fugir. Esta situação acaba se transformando em um terrível pesadelo para Dan (Fredric March) e sua família, pois, para não despertar suspeitas, Glenn ordenou que Dan, Eleanor (Martha Scott), sua mulher, e os filhos Ralphie (Richard Eyer) e Cindy (Mary Murphy) se comportassem normalmente. Dan tem a preocupação de atender os pedidos, pois teme ver sua família ferida, mas Ralphie não aceita a submissão do pai e vê isto como um sinal de covardia.

      Um abraço e um feliz ano novo.

      Sávio

      Comentário por dsaviosoares | 27/12/2011 | Responder

  3. Bom dia, anos atrás quando havia possibilidade de buscar filme pela internet ou comprar DVD então sem saber que gostava de filmes clássicos eu recorreria a Cine Band clássicos nas madrugadas de domingo para segunda-feira ou no canal Futura, mas ás vezes era sorte assistir a um filme me prendesse e também o horário ingrato… Tentei me lembrar de um filme americano da década de 40 ou 50 em que uma família de classe média vira refém de uma gangue, o líder da gangue se não me engano queria se vingar do patriarca. O desfecho ou reta final do filme se dá num lixão… Você sabe qual o filme se refere? Grato…Feliz Natal!!!!

    Comentário por Mauro | 25/12/2011 | Responder

  4. Muitíssimo obrigado… FELIZ 2012… Onde adquiriu tanto conhecimento cinéfilo? Abraço!!!!

    Comentário por Mauro Coimbra | 27/12/2011 | Responder

    • Grande Mario,

      Na verdade estou longe de ser um cinéfilo, o meu pequeno conhecimento é apenas de um Admirador da Sétima Arte e que desde criança assite e se encanta por aqueles filmes das décadas de 30, 40 e 50, para mim os períodos mais férteis do cinema. Logicamente que tivemos outros milhares de grandes filmes em outras décadas, mas esses anos específicos marcaram bastante o que veio a ser feito depois em Hollywood.

      OBS: NÃO POSSO ESQUECER QUE NO FINAL DA DÉCADA DE 60 HOUVE UMA REVOLUÇÃO NA INDÚSTRIA DO CINEMA QUE ESTAVA EM BAIXA E NOVOS DIRETORES TALENTOSOS SURGIRAM E LEVARAM NOVAMENTE MILHÕES DE FÃS AOS CINEMAS: SPILBERG, SCORCESE, COPPOLA, ENTRE OUTROS GRANDES TALENTOS QUE SURGIRAM COM GRANDE FORÇA E TALENTO.

      Forte abraço e um feliz Ano Novo para você e toda família.

      Sávio Soares

      Comentário por dsaviosoares | 29/12/2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: