SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Os astros e estrelas preferem Beverly Hills, acham Hollywood um bairro, digamos, menos elitista… .


“Já foi dito que Hollywood não é uma cidade, nem um bairro de Los Angeles, mas um estado de espírito.” – A saudosa jornalista Dulce Damasceno de Brito.

No dia 28 de janeiro de 1914, 550 cidadãos da Câmara de Comércio de Los Angeles resolveram fundar o bairro Beverly Hills (Colinas de Beverly), a cerca de 12 quilômetros do oceano Pacífico, onde predominam as flores mais exóticas dos Estados Unidos, apesar do solo árido, tipo areia do deserto. Conforme escreveu a jornalista Dulce Damasceno de Brito, os cidadãos eram a sociedade californiana, que achava brega morar em Los Angeles, por causa da invasão mexicana, considerada “inferior” – aqueles que vinham da Baja California e atravessavam a fronteira de Tijuana para San Diego, em busca de melhores condições de vida, embora a maioria fosse semi-analfabeta.

Naquela época, como o dinheiro andava solto pelos grandes estúdios, Beverly Hills também acabou sendo invadida, mas por outro tipo de gente: os glamourosos astros e estrelas do cinema, que passaram a considerar Hollywood apenas um local de trabalho. Em 1919, o charmoso casal Douglas Fairbanks – Mary Pickford liderou essa invasão, construindo sua mansão no alto de Summit Drive, carinhosamente batizada como Pickfair. Daí em diante o maior status para uma celebridade hollywoodiana era morar em Beverly Hills.

A mansão de Douglas Fairbanks e Mary Pickford -Pickfair.

O legendário Rudolph Valentino gastou quase toda a fortuna para lá construir – no 1436 Bella Drive – o seu Falcon’s Lair (O Ninho do falcão), verdadeiro palácio, onde os jantares eram servidos em pratos de ouro maciço. Sem tanta ostentação, porém procurando o máximo de conforto e beleza, as demais celebridades passaram a construir amplas casas com piscinas, quadras de tênis, garagens e estacionamentos para vários carros, cercados de jardins coloridos, árvores frondosas, altíssimas palmeiras e, às vezes, verdadeiros bosques – como a mansão rosada de jayne Mansfield, em Sunset Boulevard, onde ela mantinha até tigres.

 

Em 2012, esse símbolo do glamour e do estrelato cinematográfico completará 125 anos de idade.

Anúncios

24/12/2011 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: