SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Titanic – Os momentos finais…trecho do livro “Titanic – A História Completa” (2011) de Philippe Masson. Impressionantes relatos de sobreviventes…


Em 15 de abril de 1912, o Titanic da White Star, o maior e mais luxuoso transatlântico do mundo, desaparecia nas águas do Atlântico, durante a travessia inaugural, depois de se chocar com um icerberg. O Titanic é muito mais do que uma tragédia no mar. A noite de 15 de abril de 1912 passou a ser uma lenda, um mito, que ainda provoca extraordinária repercussão. Eis um trecho do ótimo livro do historiador especializado na Marinha, Philippe Masson:

Com a partida das últimas embarcações, uma calma estranha, sobrenatural, reina a bordo. Centenas de passageiros ligados, a partir de então, ao destino do navio demonstram um desprendimento surpreendente. Sem gritos, sem pânicos. A orquestra continua a tocar, a bombordo, ao lado da segunda chaminé, diante da escadaria… ragtimes, a melodia “Outono”.

 …O casco agora está na vertical. Ergue-se como um menir (bloco de pedras) que se desenha à perfeição sobre um céu coalhado de milhares de estrelas. Alguns não podem suportar o espetáculo. Desviam o olhar ou escondem o rosto com as mãos. Após alguns minutos intermináveis, o Titanic afunda e desaparece nas profundezas. Sem turbilhão, sem nenhum movimento de sucção. São 2h20.

Assim que o navio desapareceu, um imenso clamor se fez ouvir, o que assombrará durante anos as noites dos sobreviventes. São os gritos de sofrimento, de aflição, de centenas de passageiros jogados brutalmente no mar, mergulhados numa água glacial, no limite do congelamento. “Socorro, ajuda, meu Deus”. Durante mais de uma hora, diminuindo aos poucos de intensidade, esses gritos dilacerantes vão se fazer ouvir.

O livro impressiona pela narrativa de cinema, com fotos reais e depoimentos de sobreviventes, apenas 15 náufragos são recolhidos pelas 18 embarcações que cercam o local da catástrofe. Trata-se de homens extremamente fortes que tiveram força para nadar 200 ou 300 metros nas águas geladas do Atlântico Norte. Na verdade, este livro esclarece bem mais sobre o naufrágio do Titanic do que o filme açucarado de James Cameron…

Anúncios

29/04/2012 - Posted by | Uncategorized |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: