SÁVIO SOARES

Cinema e música.

A pequena espanhola Andrea Motis tem apenas 15 anos e arrasa…além de bela voz que nos remete a New Orleans, toca sax soprano, sax tenor, sax alto e trompete….de “quebra” Ricard Gili com a voz do Armstrong e genial trompete…Imperdível!

31/07/2012 Posted by | Uncategorized | | 2 Comentários

Harry James – faro infalível para vocalistas.

Foi Harry quem descobriu Frank Sinatra em 1939, levou-o para sua orquestra e lhe deu seu primeiro sucesso, “All or nothing at all”. Mas não pôde segurá-lo por muito tempo, porque sua orquestra estava apenas começando e era pobre. Menos de um ano depois, Sinatra se mudou para a milionária orquestra de Tommy Dorsey.

Mas Harry não se apertou: descobriu Dick Haymes e lhe deu também seu primeiro sucesso, I’ll get by”. Seu faro para vocalistas era infalível.

31/07/2012 Posted by | Uncategorized | , , , , | Deixe um comentário

Ray Charles, botando pra quebrar! “Hit The Road Jack”!

31/07/2012 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário

Sonia Braga…a verdadeira “Gabriela” de Jorge Amado…

 

30/07/2012 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário

Grace Kelly – “elegância sexual, ardor e senso de humor discretamente ocultos sob sua serena aparência”.

Alfred Hitchcock dirigiu-a em três filmes de sucesso: Disque M Para Matar (1954), Janela Indiscreta (1954) e Ladrão de Casacas (1955), partes de uma curta e vitoriosa carreira de onze filmes em cinco anos – Grace sempre disse que, se um dia resolvesse voltar ao cinema, seria através de Hitchcock.

Quando nasceu em Filadélfia (Pennsylvania, EUA) em 22 de novembro de 1928, Grace Patricia Kelly estava destinada a ser mais uma dama da sociedade local – sua família era muito rica. Mas, ainda na adolescência, matriculou-se na American Academy of Dramatic Art. Em 1949, quando a TV engatinhava, fez cerca de 50 peças ao vivo até ser vista por um agente de Hollywood que a recomendou ao diretor Henry Hathaway para Horas Intermináveis (1951). No ano seguinte, ela já contracenava com Gary Cooper em Matar ou Morrer. Grace estrelou Mocambo (1953), Amar É Sofrer (1954), que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz, As Pontes de Toko-Ri (1954), Tentação Verde (1954), O Cisne (1956) e Alta Sociedade (1956).

Bela como uma estátua grega, aristocrática e impecável, a loura da Filadélfia era a própria expressão da pureza imaculada. Não foi por outro motivo que Alfred Hitchcock a apelidou ironicamente de “Princesa da Neve”. Ele dirigia em Disque M Para Matar e ficou chocado com a discrepância entre a imagem e a realidade e declarou que Grace tinha “elegância sexual, ardor e senso de humor discretamente ocultos sob sua serena aparência”. Por fim, o roteirista Bryan Mawr comentou mais tarde sobre ela: “Aquela Grace! Ela se entregava a todos.” A relação de amantes é vasta: Bing Crosby, Gary Cooper, Clark Gable, Frank Sinatra, Oleg Cassini, são apenas alguns exemplos famosos.

Durante as filmagens de Ladrão de Casacas, o jornalista francês Pierre Galante, então marido de Olivia de Havilland, apresentou-a ao príncipe Rainier, que procurava uma consorte para manter seu trono – um mêses depois, pediu-a em casamento. As luxuosas bodas aconteceram em 18 de abril de 1956 e Grace tornou-se Sua Alteza Sereníssima Princesa de Mônaco, quatro vezes duquesa, nove vezes baronesa e oito vezes condessa. Católica, Grace não desapontou os monegascos e deu a Rainier três filhos: Caroline (1957), Albert(1958) e Stephanie (1964). Usou sua coroa durante 26 anos. Dois meses antes de completar 54 anos, em 14 de setembro de 1982, Grace morreu em um misterioso acidente de automóvel na Côte D’Azur. Sobreviveu sua acompanhante, a filha caçula Stephanie que, dizem, dirigia o carro e, por ser menor, não entrou no inquérito.

Grace Kelly é, sem nenhuma dúvida, uma das 10 mais belas atrizes que Hollywood já produziu.

30/07/2012 Posted by | Uncategorized | , | 3 Comentários

Nat King Cole e Frank Sinatra…mitos do século 20…

30/07/2012 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

Giletes machucam, Rios são úmidos, Ácidos mancham, Armas são ilegais, Nós escorregam, Gás tem mau cheiro…É melhor viver. – Dorothy Parker

29/07/2012 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário

Diana Krall…”Cry Me A River”…classudas, canção e cantora…

29/07/2012 Posted by | Uncategorized | , , | Deixe um comentário

“Entre a Loura e a Morena” (The Gang’s All Here, 1943) – O melhor filme de Carmen Miranda

A sequência inicial de  Entre a loura e a morena, com cinco minutos de duração e “reconstituindo” a chegada de Carmen a Nova York quatro anos antes, já era um impressionante cartão de visitas – aliás, ainda é. – Ruy Castro, escritor e jornalista.

Este filme é considerado, quase por unanimidade, o melhor filme de Carmen. Para muitos, é também o melhor filme do córeógrafo  e diretor Busby Berkeley. Os minutos iniciais deste belo filme consiste aparentemente de um único take sem cortes durante os três minutos e meio. Nestor Amaral cantando “Aquarela do Brasil” em português é inesquecível…um clássico do cinema musical.

29/07/2012 Posted by | Uncategorized | , | Deixe um comentário

Propaganda de cigarro em alto estilo com a glamourosa Joan Fontaine…1949…

29/07/2012 Posted by | Uncategorized | , | Deixe um comentário