SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Barbara Stanwyck…que olhar…

23/05/2012 Posted by | Uncategorized | , | Deixe um comentário

Barbara Stanwyck, com aquele olhar delicioso…

19/03/2012 Posted by | Uncategorized | , | 2 Comentários

“Pacto de Sangue” (Double Indemnity, 1944)

“Como eu poderia saber que um assassinato às vezes pode ter cheiro de madressilva?” – o baleado Walter Neff (Fred MacMurray) confidenciando ao inconsolável amigo Barton Keyes (Edward G. Robinson).

Phillys Dietrichion (Barbara Stanwyck), uma esposa sensual, deixa Walter Neff (Fred MacMurray), um corretor de seguros, de quatro quando aparece envolvida numa toalha e exibindo uma tornozeleira. A partir daí a vida do vendedor se resume ao que a esposa arquiteta para receber um milionário seguro de vida do marido. O plano parece perfeito, mas entra em cena Barton Keyes (Edward G. Robinson), o esperto investigador de seguros, amigo de Walter, mas quanto mais parece não acreditar no que possa acontecer, mais se aprofunda na investigação. Além da citada frase, há entre os dois amigos uma famosa fala no final do filme.

O casarão utilizado nas filmagens até hoje impressiona pela beleza e pelo aspecto sombrio (considero-o perfeito para um filme noir) e a fotografia em preto e branco colabora bem para destacá-lo. Até hoje é visitado pelos cinéfilos turistas.

O elenco central é composto pela deliciosa Barbara Stanwyck, o galã Fred MacMurray e o pequeno grande Edward G. Robinson. A música de Miklos Roza é marcante e a direção de Billy Wilder é perfeita (como sempre). É importante lembrar que o humor cínico inconfundível do diretor continua presente mesmo nesse que é considerado pelos cinéfilos e críticos um dos melhores e mais marcantes filmes noir. (Acho que Billy Wilder não se interessava muito por isso…)

Trata-se de um filme imperdível. Para ver e rever.

31/10/2010 Posted by | Uncategorized | , , | 2 Comentários