SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Diana Krall…”Cry Me A River”…classudas, canção e cantora…

Anúncios

29/07/2012 Posted by | Uncategorized | , , | Deixe um comentário

Porque hoje é sábado…

Prepare uma bela dose de bourbon e ponha em seu som a voz de Diana Krall e Chet Baker. Uma mistura que fiz e deu certo.

Diana é uma cantora que não tem nada a ver com as Celine Dion, Mariah Carey, Reba McEntire, Shania Twain e tantas outras que azucrinam nossa sensibilidade musical.

Incorpora pequenas frases jazzísticas com sonoridade e musicalidade sem exageros. Lembra Jeri Southern que fazia isso muito bem. Além disso, a loura é bonita e tem um it danado.

Chet Baker, para mim, é o maior cantor cool do jazz. Tinha uma voz suave, relaxada e não exagerava. Vida louca, pela margem, característica de muitos do jazz. O submundo era o seu planeta. Belíssimo quando jovem, mas devido às drogas e brigas com traficantes (numa delas perdeu os dentes e não pôde tocar mais tão bem o trompete) ficou, conforme disse Jô Soares, a cara do Jack Palance. 

Música de excelência, uma bebida adulta e, logicamente, uma ótima companhia – três motivos contundentes para você fugir dos axés, forrós, pagodes, e outros ruídos de baixa qualidade.

05/12/2009 Posted by | Uncategorized | , , , | 2 Comentários