SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Harry James – faro infalível para vocalistas.

Foi Harry quem descobriu Frank Sinatra em 1939, levou-o para sua orquestra e lhe deu seu primeiro sucesso, “All or nothing at all”. Mas não pôde segurá-lo por muito tempo, porque sua orquestra estava apenas começando e era pobre. Menos de um ano depois, Sinatra se mudou para a milionária orquestra de Tommy Dorsey.

Mas Harry não se apertou: descobriu Dick Haymes e lhe deu também seu primeiro sucesso, I’ll get by”. Seu faro para vocalistas era infalível.

31/07/2012 Posted by | Uncategorized | , , , , | Deixe um comentário

Uma pequena homenagem ao jornalista e escritor Ivan Lessa (1935-2012): Dick Haymes interpreta “Love Letters”…

Alcançou o 11° lugar na Billboard em setembro de 1945. Esta canção foi apresentada no filme “Love Letters” como o tema musical. O filme foi estrelado por Jennifer Jones, Joseph Cotton e Ann Richards. Grande voz e encantadora canção. Li em algum lugar que Ivan Lessa preferia Dick Haymes a Frank Sinatra…

Lamentável as perdas deste ano: Chico Anysio, Millor e agora Ivan Lessa…

09/06/2012 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário

Dick Haymes, novamente – Este era um dos concorrentes à altura do Sinatra.

Ok, já postei recentemente sobre o Dick, mas não podia deixar de colocar este vídeo que consegui achar. Ele mostra o crooner em ação, como se estivesse num show. Trata-se de um filme, a cena é curta, mas vale assistí-la. Era uma época de grandes crooners, a concorrência era acirrada: Nat King Cole, Dick Haymes, Frank Sinatra, Perry Como, Vic Damone, Johnny Hartman, Mel Torme, Tony Bennett, Bing Crosby, e tantos outros.

Será que hoje em dia teriam algum concorrente? Nem em sonho…

23/06/2011 Posted by | Uncategorized | | 6 Comentários

Dick Haymes – uma das mais belas vozes do século 20.

Aqui, em uma cena de filme com Betty Grable em 1954. A canção envolvente é “The More I See You”. Que voz!

Dick Haymes possui uma dicção impressionante. Fez bastante sucesso na década de 40 e 50, mas teve uma vida conturbada, muitos casamentos, bebidas e, dizem, possuia uma personalidade difícil. Nos últimos anos conseguiu voltar a fazer sucesso, mas morreu quando retomava a carreira, aos 63 anos de idade. Trata-se de uma das vozes mais belas da música americana.

19/06/2011 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário

Dick Haymes, um dos maiores crooners, era argentino.

Na época das big bands era páreo a Sinatra, o que não é pouca coisa. Filho de pais europeus, nasceu na Argentina. Mas só nasceu: Devido a um surto epidêmico o navio em que os pais de Dick viajavam ficou retido no porto e, assim, nasceu em solo argentino.

1239038579

Dick Haymes sucedeu Frank Sinatra na orquestra de Harry James, o mesmo acontecera na orquestra de Tommy Dorsey. Após o período de crooner nas big bands, Haymes estreou em carreira solo com o pé direito. Seus dois primeiros discos foram sucessos estrondosos: You’ll Never Know e It Can’t Be Wrong.

 Arruinou sua carreira ao negar-se a ir para a guerra, alegando ser cidadão argentino. Bebidas acima da conta, dívidas com o imposto de renda e pensões que não dava às mulheres e aos filhos causaram sérios problemas ao cantor. Depois de grandes turbulências na vida pessoal e profissional, morou na Europa, casou pela sexta vez, voltou aos Estados Unidos na década de 70 e fez o que realmente nos interessa: cantou o quanto pôde.

A voz de Dick Haymes era impecável. Pena que partiu cedo: morreu em 1980 aos 63 anos de idade.

17/09/2009 Posted by | Uncategorized | , | 3 Comentários