SÁVIO SOARES

Cinema e música.

Sammy Davis Jr. e May Britt no Restaurante Patsy em Nova York por ocasião do lançamento da biografia sobre Charles Chaplin…1965…

17/05/2012 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário

Sammy Davis Jr…inesquecível…

A viúva Altovise Davis concedeu uma comovente entrevista a Larry King, relembrando um dos maiores artistas do showbusiness. Os amigos, os vícios e a doença fatal, tudo exposto de maneira impressionante por Altovise… 

A qualidade dos vídeos não é das melhores, mas é sempre bom ver e ouvir novamente Sammy Davis Jr.

 

12/05/2012 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário

Frank Sinatra e o amigo Sammy Davis Jr…até o fim…

26/04/2012 Posted by | Uncategorized | , | Deixe um comentário

Hello Detroit – Caramba! Sammy Davis Jr é insuperável nesta bela canção.

Sammy cantava, dançava, imitava – resumindo: era um showman. Quando impôs a sua voz, sem imitações, obteve o seu espaço. No início gostava de imitar o amigo e ídolo Frank Sinatra (o que não tinha nada de tolice), inclusive recebeu conselhos do amigo Frank para seguir uma estrada própria. Seguiu as dicas preciosas do mestre e  foi em frente, rumo ao sucesso.

Vida louca. Turbulenta. Mas no palco (na verdade, o que importava aos fãs) era sensacional. Grande Sammy.

30/07/2010 Posted by | Uncategorized | | 2 Comentários

“SAMMY DAVIS, JR. sings LAURINDO ALMEIDA plays”

Nos dias 14 e 15 de junho de 1966, os talentosos Sammy Davis Jr. e Laurindo Almeida gravaram um álbum inesquecível. É uma daquelas parcerias que dá certo e se eterniza.

 

O clima do disco é outro, não dos cassinos de Las Vegas- habitat de Sammy Davis Jr. Trata-se de um álbum intimista e suave, não menos notável quanto o outro estilo adotado pelo cantor. As canções são conhecidas, mas interpretadas de maneira diferenciada e tocante por Sammy. Já Laurindo Almeida mostra porque nunca mais precisou morar novamente no Brasil.

 O instrumentista brasileiro Laurindo Almeida, já esquecido em nosso país (o que é normal por aqui…), fez uma carreira brilhante nos Estados Unidos. Foi jovem juntar-se ao Bando da Lua nos shows de Carmem Miranda e depois fez a sua estrada. Viveu, morreu e foi enterrado em Los Angeles, onde era reconhecido e respeitado.

Trata-se de um álbum intimista da melhor qualidade. Os talentos de Sammy Davis Jr. e Laurindo Almeida estão presentes de maneira notável neste álbum.

18/04/2010 Posted by | Uncategorized | , , | 2 Comentários

Se as grandes promessas da canção escutassem o conselho do maior cantor do mundo, a maioria delas mudaria de profissão rapidamente…

Um determinado astro acabara de terminar um espetáculo – Frank estava na platéia, ele o incentivou a retornar aos palcos e organizou o retorno do showman após um grave acidente. Ao final do espetáculo aplaudiu, emocionado, a apresentação do amigo.

A atração da noite disse o seguinte:

 

Frank levou-me até a sua toca, escolheu um álbum, ajustou o volume no nível de que gostava e serviu uma dose. Havia sempre tantas pessoas à nossa volta no clube que esta era a primeira vez que podíamos realmente conversar.

 Está indo muito bem Charley. Nada tenho a lhe dizer sobre a dança e as imitações, mas sobre o seu modo de cantar: precisa ter seu estilo próprio, cantar com a sua voz. Está certo que cante como eu – mas você é você. Estou lisonjeado por gostar tanto da minha voz, a ponto de ter uma influência sobre você, mas sua facilidade de imitar a voz dos outros não lhe está adiantando, e sim atrapalhando. Por melhor que seja, nunca se vende cópia como se vende o original.

Claro que o amigo ouviu atentamente o conselho, mas não desistiu, e sim, encontrou o seu próprio estilo. Pra ele foi fácil, pois tinha o que a maioria não tem: Talento.

Seu nome: Sammy Davis Jr.

Três momento do gênio:

 

Mr. Bojangles

Imitando o Michael Jackson.

Sinatra homenageando o amigo em seu aniversário de 60 anos. Emocionante.

23/10/2009 Posted by | Uncategorized | | 4 Comentários

O “Bando de Ratos”.

Se fossem vivos, quanto custaria, hoje em dia, um show do Rat Pack?

Não há preço…

rat-pack 2

Na maioria das noites, o “Bando de Ratos”, todos os cinco, se apresentavam no palco, mas às vezes um ou dois podiam estar cansados da farra na noite anterior para a apresentação. Foi Lauren Bacall quem apelidou de Rat Pack o antigo grupo composto pelo marido Humphrey Bogart, David Niven, Frank Sinatra e outros, quando passaram dias na curtição e voltaram maltrapilhos – segundo David Niven, o único inteiro era Sinatra.

 O escritor James Spada, autor do livro “Peter lawford – o homem que guardava o segredo dos Kennedys” disse que certa noite o show começou assim:

 O apresentador perguntou:

– Quem vai se apresentar esta noite?

A voz cansada de Joey Bishop respondeu:

 – Não sei. Dean Martin está de porre, Sammy Davis (havia se convertido ao judaísmo) foi ao seu templo e Peter Lawford saiu para fazer campanha pelo cunhado (Kennedy).

– E o que Frank está fazendo?

Uma risadinha insinuante.

– Dê um palpite…

 Os motivos das ausências do Frankie eram sempre relevantes…

Ava - Vênus

Ava Gardner

Kim Novak

Kim Novak

Annex - Maxwell, Marilyn_04

Marilyn Maxwell

Tudo bem Frankie, você está perdoado…

 

11/09/2009 Posted by | Uncategorized | , , , | 4 Comentários