SÁVIO SOARES

Cinema e música.

“Desencanto” (Brief Encounter, 1945)

“Desencanto” me impressiona… como o filme é bonito, como é rigoroso – e como David Lean usa bem a música, o segundo concerto para piano de Rachmaninoff. Triste como é o filme – a história de um casal que vive um breve romance, que nunca é consumado, a partir de seus encontros numa estação de trens.

Os atores principais, Celia Johnson e Trevor Howard, dão uma aula de interpretação. Celia disse a Noel Coward que não queria fazer o papel porque se achava muito velha para viver a personagem. Noel a convenceu de que ela estava errada. Na verdade, Johnson já não era jovem à época, mas continuava muito bonita e absolutamente adequada para o filme.

Trailer do filme

Quando Celia está caminhando durante a noite enfrentando conflitos morais, tentando agir da maneira que supõe ser a correta,  um policial a aborda suspeitando de prostituição – Nesta cena, observa-se uma bela aula de interpretação. Ocorre o triunfo moral no final, mas se isto é bom ou ruim não cabe a mim julgar, mas achei o final espetacular. Na verdade, é um filme desesperadamente triste, com suas visões de uma grande paixão sumindo…sumindo…sumiu…

O concerto para piano n.2 de Rachmaninov tornou-se famoso quando foi usado por David Lean neste filme.

Anúncios

21/07/2012 Posted by | Uncategorized | , | Deixe um comentário

Temas de filmes…bons tempos…

“Quem jamais tenha visto um filme sem indagar quem é Miklós Rózsa ou Alfred Newman ou Nino Rota ou John Williams e qual a contribuição que deram para tornar certas cenas inesquecíveis em nossas mentes.” – João Máximo

É pena que a maioria dos compositores de uma nova geração, principalmente de Hollywood, não resista à pressão dos produtores. Concordando em aderir a esses hit parades sem valor cinematográfico, têm sua própria música original preterida. Com isso, acabam contribuindo para o empobrecimento de sua arte.

Neste vídeo, John Williams conduz sua orquestra no tema de “Guerra nas Estrelas”.

07/07/2012 Posted by | Uncategorized | , | Deixe um comentário

“Que será, será”…Doris Day

A letra é pura verdade…

When I was just a little girl I asked my mother what will I be Will I be pretty will I be rich Here’s what she said to me
Que Sera Sera Whatever will be will be The future’s not ours to see Que Sera Sera What will be will be

Cena do clássico “O Homem que Sabia Demais”, de Alfred Hithcock.

02/07/2012 Posted by | Uncategorized | , | 2 Comentários

“Fredo, você é meu irmão mais velho e eu te amo, mas nunca mais tome partido contra a nossa família…nunca mais.” – Michael Corleone

01/07/2012 Posted by | Uncategorized | , | 5 Comentários

“Houve Uma Vez No Verão – Verão 42” (Summer of 42, 1971), filme, tema e atriz inesquecíveis…

12/03/2012 Posted by | Uncategorized | , | Deixe um comentário

Cinema Paradiso (1988)…Tanta coisa que poderia ter feito…e o tempo nunca vai voltar…então o que tenho são apenas as lembranças do que amei…É a única coisa que temos, as nossas memórias…

“Cinema Paradiso”, um dos mais belos filmes do Século 20. Este filme é uma verdadeira declaração de amor ao cinema, à poesia e, principalmente, à vida.

11/03/2012 Posted by | Uncategorized | | Deixe um comentário